Em 2020, Jair Bolsonaro teria recusado vacinas da Pfizer por 50% do valor que viria a ser vendido a EUA e Europa

354Visualizações 2021/6/7
;